Carol e a internet




de Emílio Carlos

Era uma vez uma menina chamada Carol.
Ela gostava de tudo: brincar, comer um belo sanduíche, andar de bicicleta, papear com as amigas e amigos, ver TV, ler livros e revistas.
Mas Carol não gostava de uma coisa: ir à escola. Ela chorava quando tinha que sair da internet para ir à aula:
- Droga!, ela dizia. Logo agora que estava tão bom o jogo no computador...
E tentava convencer a mãe:
- Deixa eu faltar na aula. Só hoje, vai.
A mãe da Carol não queria nem saber dessa conversa. Tinha que ir para a escola, estudar, saber mais, conhecer o mundo de outro jeito.
E a Carol emburrava. Mas acabava indo.
Um dia, misteriosamente, sua atitude mudou. Mal levantou já foi logo perguntando:
- Manhê: hoje é dia de escola?
A mãe disse que sim e a Carol gritou:
- Oba!
E assim foi durante a semana inteira. A mãe estranhou aquela mudança tão repentina. Não conseguia achar uma explicação.
Até que na sexta-feira a mãe deixou a Carol na escola, fez que ia embora, mas voltou. E entrou na escola pra ver o motivo de tanta alegria.
E lá estava Carol tendo aula na nova sala de informática da escola.


emiliocarlos@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários passam pela moderação antes de serem publicados.